Atendimento contato@taroando.com.br

 "QUE COISA RIDÍCULA!"

Recebi esse comentário em uma segunda feira de manhã. Justo pra mim, que morro de dó de matar uma formiga, quem dirá ofender uma pessoa pelas suas escolhas,trabalho ou estilo de vida. Não estou escrevendo esse texto pra atingir alguém especificamente, mas talvez como forma de consciência, tentar alertar as pessoas sobre o quanto somos intolerantes a troco de nada. Nascemos com um olhar bem singelo sobre tudo e crescemos aprendendo a odiar o outro pelo simples fato de ser diferente daquilo que acreditamos ser um padrão adequado. 

Quem nos dá o direito de ofender ou julgar o outro? Que tipo de seres humanos somos e queremos ser? Ou melhor, quem nós queremos que nossos filhos sejam?

Cabe pensarmos de maneira profunda sobre isso. E ao refletir, tentar ao máximo se colocar no lugar do outro. Costuma-se escutar por aí o velho discurso do "Não gosto, mas respeito" e devemos pensar que o respeitar não é o mesmo que compreender. Quando você diz que respeita, no fundo está tolerando algo que não concorda e não acha certo, sendo que na verdade não é questão de aceitar, mas sim de compreender o outro, como se fosse você mesmo. É essa a tal empatia que diariamente vejo pessoas compartilharem nas redes através de vídeos e histórias bonitinhas. Compartilhar é fácil, eu quero ver isso acontecer no nosso dia a dia, com as questões que de alguma maneira nos atingem sendo uma pseudo razão dos nossos julgamentos com o próximo.

Chega de intolerância. Chega de julgar o outro pelas suas escolhas, estilo de vida e o que for! Vamos viver a nossa vida, deixar o outro viver a dele e ser feliz. 

Com amor, 

Diana Prates

Últimos Artigos

Redes Sociais

facebook  twitter  instagram  skype

E-mail de Contato:

 contato@taroando.com.br

Pagamento