Atendimento contato@taroando.com.br

MITOS DO TAROT

 PRA SER TARÓLOGO, VOCÊ PRECISA SER VIDENTE? SENSITIVO? DEVEMOS FAZER UM RITUAL ANTES DE INICIAR AS PRÁTICAS? É UM DOM?

Lembre-se, cada um possui seus métodos e trabalha de uma maneira distinta. Busque saber qual é a linha do profissional que você quer se consultar, isso dirá um pouco sobre seus hábitos e seu trabalho.

1 - "A Maria é taróloga, logo é vidente, guru, espiritualista, vidente e afins!"

A Maria realmente pode ter desenvolvido sua espiritualidade e ter alguns dons, mas não necessariamente ela necessita deles para realizar a sua função de taróloga. O Tarot não tem nada a ver com tais características. Ou seja, você que não está inserido no mundo espiritual, pode estudar, se profissionalizar e realizar consultas normalmente com o tarot. Veja bem, ele trabalha com símbolos e através desses é que conseguimos desvendar o significado das cartas e de uma conjuntura de arcanos. Estude, se esforce, leia bastante e principalmente AME o contato com as cartas, que provavelmente você será um excelente profissional!

2 - "Comprei um novo tarot, devo fazer algum ritual de iniciação?"

Existem pessoas que realizam por crença pessoal, mas não são todos que seguem uma rotina assim. O Tarot não é religião, logo, cada um vai ter uma maneira de lidar com ele. Ou seja, se realiza um ritual com velas, cristais, ou o que for de sua preferência e conhecimento, não é regra a todos. É importante salientar que não existem regras, o que não quer dizer que não existam códigos de ética que regem o contato do consulente com o cartomante/tarólogo.

3 - "Tarot só depois dos 18!"

Não existe uma idade que indique que você está pronto. O que é normal acontecer, é o tarólogo impor que o consulente tenha idade a partir de 18 anos, mas por pura questão burocrática e futuros problemas que possam acarretar caso ofereça uma consulta a um menor de idade. Mas pelo lado de aprendizagem e introdução ao conhecimento e prática, não tem nada a ver. Como disse, não existem regras, somente os valores éticos que devem sempre ser levados em consideração.

4 -  "Consulta virtual não dá certo!"

Essa nem preciso dizer, né? Sim, dá certo. Há quem diga que é melhor virtual do que presencial. Vai do gosto do consulente e do tarólogo. Aqui também envolve o fato das pessoas acharem que é necessária a presença física pelo contato com as cartas, pela energia da presença e tudo mais! Também acredito nas energias e a presença vale muito, porém muitas vezes a pessoa está na sua frente e parece não ter ninguém por ali. Assim como as vezes a pessoa está do outro lado do mundo e sua presença é tão forte nas tiragens, que quebra toda essa crença que o virtual não funciona. 

5 - "Posso consultar às cartas no meu período menstrual?"

Não existe nada que impeça, mas novamente aqui envolve a crença de cada um. Conheço pessoas que evitam pois acreditam e seguem uma crença que não é adepta a tal ação. A pergunta que fica é: Você acredita nisso? É da sua crença essa informação? Se não, vai na fé! 

 

Diana Prates

Redes Sociais

facebook  twitter  instagram  skype

E-mail de Contato:

 contato@taroando.com.br

Pagamento