Taroando

COMO SE PREPARAR PARA UMA CONSULTA DE TARÔ

 

COMO ASSIM, PRECISA DE PREPARO?!

Pois é! Vamos entender o que seria esse preparo e o porquê da necessidade de estar sim, preparade para o momento de realizar uma consulta com as cartas e tarots.

Tenho alguns anos de consulta, daqui a pouco chego à duas décadas e nesse tempo experienciei muita gente buscando pelo tarô. Cada um com suas necessidades, suas questões, suas dúvidas e crenças. Essa diversidade traz muitas visões ao tarologo e uma delas que venho sempre "frisando" é a consulente que por mera curiosidade busca no tarô alguma resposta. Não que isso seja proibido, claro que não, mas o tarô é uma ferramenta e oráculo que tem como função aconselhar, apresentar os caminhos, ser uma ótima fonte de ajuda nesses sentidos e quando as pessoas se aproximam por pura e somente curiosidade, o seu papel pode ser, digamos... desperdiçado, mal compreendido e em alguns casos, um inimigo. Pois é, quem diria que essa ferramenta maravilhosa pudesse ser ou representar algo ruim, né? Mas deixa eu explicar o porquê.

Quando buscamos por ajuda, aconselhamento, entender alguns caminhos e visões da nossa vida e o tarô passa a ser uma opção, precisamos muito compreender do que se trata e principalmente levá-lo a sério. Quando passa a ser somente um foco de curiosidade e de "vou ver qual é essa!" o consulente pode não encontrar o que deseja, da forma que quer ou simplesmente desconsiderar toda a fala e consulta - tudo bem, é um direito de cada um, certo? Mas a falta de preparo pode trazer complicações mais sérias. Por exemplo:

Uma pessoa desesperada que busca através do tarô uma resposta ou aconselhamento e por ventura não escuta o que gostaria, da forma que desejava, caso não tenha o preparo fundamental para isso, pode considerar o tarologo ruim, ou simplesmente ir atrás de outro profissional em busca da "resposta certa". E o que isso pode resultar? Além da descrença no trabalho do profissional, uma ansiedade que deveria ser acalmada, tranquilizada e refletida, passa a ser alimentada de forma a crescer mais e mais. Por isso o preparo deve ser feito, para que seja uma consulta proveitosa, rica e que proporcione MUITA reflexão.

lua tiragem

DICA 01: ESTÁ DISPOSTA A ESCUTAR TUDO? TIPO, TUDO MESMO?

Pois é, falando assim até parece que sou a terrorista do tarô, né? Quem consulta comigo sabe que meus conselhos são bem tranquilos, mesmo quando não falo o que querem escutar. Mas conheço tarólogos incríveis que gostam do famoso tapa! Sinceramente, as vezes, acho SUPER necessário esse tapinha (carinhoso, mas tapinha!). Você está preparade para isso? Pois o tarô pode sim apresentar o oposto daquilo que esperávamos ou queríamos e é aí que precisamos muito *atenção* ter maturidade com as cartas, com seus conselhos e chamadas. 

DICA 02: LEVAR A SÉRIO ESSE MOMENTO...

Quando digo levar a sério, é não somente ir pela curiosidade, mas entender que tirar as cartas é um ato de análise profunda do seu momento, dos seus caminhos, suas ações frente às questões, situações e da sua vida! Será que diante disso, da sua vida em formato de cartas, somente a curiosidade é necessária? É importante entender a seriedade do ato de jogar cartas, entender o que elas apresentam. Quando a consulente leva esse momento a sério, a tendência é de um momento extremamente rico, de muitas informações e aconselhamento de grande valia.

DICA 03: TAROLOGA JOANA É DIFERENTE DO TAROLOGO JOÃO...

Parece bobeira, mas muita gente traz para uma consulta a comparação com outro profissional. "Mas fulano quando tira cartas pra mim, pede tal ou tal informação!" - Pois então, não existem regras do que se deve fazer, de fato, em um momento de tirar cartas e tarot. Cada profissional terá uma abordagem e, de forma alguma, uma será melhor do que a outra. São diferentes, apenas isso. Se a tarologa pede data de nascimento, ela pode fazer um tipo de análise que outro tarologo não faz, não dessa maneira. Há abordagens diferentes e não quer dizer que um é melhor que o outro, por isso vai a dica: não compare, compreenda que existem diferenças. Se caso não confiar no tarólogo, fica a seu critério procurar por outro, claro. 

DICA 04: A ANSIEDADE É UM EMPECILHO PARA A CONSULTA?

Esse é um dos pontos, que para mim, é um dos mais importantes. Tenho percebido muita gente ansiosa de maneira tão extrema, que ao sair de uma consulta de tarô parece que a "coisa piora". E por que isso acontece sendo que deveria ser o contrário? O tarô deveria tranquilizar etc, não é mesmo? Isso muitas vezes acontece justamente pela consequência de não seguir a DICA 01. Não estamos muito preparades a escutar determinadas coisas e isso causa mais ansiedade - inclusive até já escrevi sobre a ansiedade e o tarô. E aí volto a um ponto importantíssimo: você está preparade para uma consulta de tarô? Digo, a sua capacidade de refletir o que foi dito, de escutar (de coração, mente e espírito) todos os aconselhamentos e caminhos possíveis? Ou você está buscando o tarô somente para afirmar o que considera positivo, criando uma ilusão e posteriormente uma frustração por não ter acontecido o que gostaria? Pense nisso!

DICA 05: E POR FIM, O TEMPO ENTRE CONSULTAS.

Os senhores que consultam de semana em semana com as mesmas questões, por favor, PAREM! A consulta de tarô precisa de um tempo para ser refletida, ingerida e digerida. Se tem uma coisa que deixa o tarologo sem jeito e sem saber o que fazer, é isso. O retorno de um cliente que não se contentou com a primeira resposta e veio buscar outra. Ou simplesmente, devido à ansiedade, não consegue esperar mais tempo que uma semana para que os caminhos sejam desvendados e tudo siga por ele. APENAS PARE com isso, querido cliente e amigue. Tem consultas que possuem prazo de até seis meses, enquanto outras três e por aí vai. Dê esse tempo para a questão que levou para ser aconselhada ou evidenciada em uma consulta. Respeite o processo e a si mesmo! Caso não consiga, não consulte pois vai gerar um mar de ansiedade aí dentro e no final das contas, uma bola de neve.

Bem, espero ter ajudado. Não deixem de ler com carinho, cuidado e consideração. 

Até a próxima!

Diana Prates


 E agora, se sente preparade para a consulta? Então vem consultar com a gente!