Atendimento contato@taroando.com.br

AMARRAÇÃO: QUANDO O FEITIÇO VIRA CONTRA O FEITICEIRO

 

bumerangue

Muitas religiões, seitas e crenças de várias origens em todas as épocas ao redor do globo costumam concretizar em oferendas aos deuses pedidos de bens materiais e espirituais como uma boa colheita, um bom casamento, riqueza, saúde, paz, milagres etc.

No Brasil temos um enorme caldo cultural e muitas religiões misturadas que nos ensinam rituais dos mais eruditos aos mais pagãos. Rezar um terço, fazer uma promessa para um santo e trazer um ex-voto, acender uma vela, fazer um ebó ou mesmo vestir branco na virada do ano e cozinhar lentilha dizem muito da fé do brasileiro.

Simpatias e oferendas são a fé e a intenção materializada, que é o que acontece quando fazemos qualquer coisa com amor no nosso cotidiano, como uma panela de arroz para comer em família. Nós só percebemos o mistério que há aí quando a pessoa que fazia aquele arroz tão especial já partiu e assim nos damos conta da dádiva da vida e do amor dedicado.

As oferendas trabalham como uma via de mão dupla: o pedido é feito à espiritualidade, como também se oferece, em agradecimento, uma reza, uma vela, uma comida, uma bebida, uma moeda, enfim, varia de acordo com a crença.

Nesse processo, você pode pedir para você ou para uma pessoa específica, para sua família, filhos, chefe, nação, time, etc. sempre deixando em aberto para que a espiritualidade, o Tao, Deus ou o destino se cumpra para acontecer o que for melhor para todos.

Quando é alguém que não gostamos o máximo que podemos pedir é que essa pessoa que faz mal pra gente evolua, se afaste e deixe de causar problemas. Existem muitas receitas e simpatias caseiras que trazem paz nesse sentido e afastam presenças indesejadas sem causar nenhum prejuízo à pessoa.

Quando é alguém que gostamos, podemos pedir que a pessoa fique mansa, doce para que se relacione melhor com a gente, sempre respeitando seu livre arbítrio e aceitando a naturalidade das coisas como são, com seu ritmo próprio, sem forçar os acontecimentos. Magias e simpatias não faltam e as forças em ação poderão ajudar os acontecimentos a se desenvolverem da maneira mais suave possível e melhorar a situação, mas não dão e não devem dar garantias.

O problema acontece quando ultrapassamos o respeito em relação às pessoas que a gente ama ou odeia. Quando pedimos para que aconteçam coisas negativas para determinada pessoa, o universo, que funciona como um bumerangue, na certa vai trazer dor de cabeça no futuro e essa negatividade volta pra gente. Da mesma forma, quando pedimos para que a pessoa que a gente acredita amar e quer forçar que ela nos ame de volta de maneira egoísta, não respeitando seu livre arbítrio e recorrendo aos rituais de amarração, o mesmo efeito bumerangue se manifesta: quem perde o livre arbítrio é quem fez a amarração. 

A pessoa que encomenda a amarração é que fica amarrada a uma situação que teria se resolvido de outra forma, talvez não a desejada, mas a natural, o que só cria confusão e emaranhamento na vida da pessoa e consequentemente no mundo. Não vamos apelar pra esse tipo de coisa que só mostra a nossa fraqueza, falta de confiança na providência divina e nas nossas próprias capacidades. Vamos desatar estes nós.

 

Escrevi também sobre terapia floral. Afinal, O QUE É TERAPIA FLORAL?

Ou se preferir, realize uma consulta online de tarot conosco! 

 

 

Madame Lua (@MadameLuatarot)

madem

 

 

 

 

 

 

 

crédito foto: https://www.nma.gov.au/online_features/defining_moments/featured/earliest-evidence-of-the-boomerang-in-australia

Redes Sociais

facebook  twitter  instagram  skype

E-mail de Contato:

 contato@taroando.com.br

Pagamento