contato@taroando.com.br

UM PAPO SOBRE TARÓLOGOS E TARÔ: O CHARLATANISMO

Tarot & Cartas

É, meu povo. Uma hora eu tinha que postar sobre isso por aqui, não é mesmo? Lá no Instagram, Twitter e outras redes (mais essas) eu sempre gosto de dar uma analisada nos perfis que fazem "match" com o Taroando. Tenho visto muito conteúdo legal, de gente nova, gente mais antiga etc e adoro aprender cada dia mais e mais com todes! Mas, infelizmente, para a minha tristeza, tenho visto MUITA gente trazendo conteúdo pra lá de bizarro e sem pé nem cabeça. Analisando os arcanos com significados bem opostos ao real, prometendo um futuro certeiro, trazendo infabilidade para a leitura de cartas e tarots e por aí vai - inclusive já falei, nesse post, o que esperar de uma consulta de tarô! 

Pois é, começou quando uma pessoa encaminhou um vídeo de uma cartomante com previsões. Essa pessoa que se dizia vidente, cartomante etc, jogava o Baralho Cigano e ao mesmo tempo que analisava as cartas, falava com muita certeza sobre temas que ela não dominava (cientificos, históricos, inclusive!). O problema de tudo, é que ela pegava a leitura das cartas e, de uma forma convicente, colocava uma história como verdadeira. Além disso, a leitura das cartas ali, naquele contexto, não tinha ligação nenhuma com a história sensasionalista que ela contava. Me preocupou bastante, pois a quantidade de views e comentários era MUITO grande. 

Não, gente, não tem problema nenhum um tarologo ou cartomante realizar leituras e previsões gerais, no Youtube. Muita gente trabalha com isso e esse é o meio de vida da pessoa. A questão é: quando ela sabe que precisa apelar para o sensacionalismo e mentiras. E o pior: queimar o filme de uma galera que faz um trabalho sério, honesto e de anos de estudos. 

É por isso que falo procês: pesquise afundo a pessoa com quem fará uma consulta ou mesmo acompanha em redes. O tarô (ou cartas) é uma ferramenta maravilhosa, mas que requer estudo, análise de cartas e dedicação. Então não é só abrir um canal em redes e sair falando um tanto de coisa, muitas vezes sem sentido, para massagear o ego de quem assiste ou lê. O papel do tarólogue é trazer, através das cartas, o caminho e conselhos que possam ser úteis nas escolhas da consulente. Não é passar por cima da realidade, da ética só para ser e mostrar o que a consulente quer escutar e ver. 

  • Tarô/cartas não é definição sem pé nem cabeça.
  • Tarô/cartas é ferramenta de autoconhecimento que possibilita mostrar os caminhos que estão evidentes, de acordo com o que a consulente vive.
  • Tarô/cartas não promete nada.

É por conta de previsões mirabolantes, falas sensacionalistas e mentiras, que as pessoas que fazem leituras sérias, não são levadas a sério. E gente, não quero parecer arrogante dizendo essas coisas, mas é que realmente quando mexe com ética desse trabalho, mentiras e pontos duvidosos, acho que nós, tarologues, temos que defender sim o que fazemos e mostrar que existe seriedade, comprometimento e honestidade! Mostrar que é um trabalho que vale a pena conhecer!

Atentem-se, tá? 

Diana Prates


E vem consultar o tarô com a gente! Não sabe, te explico aqui!

Comentários


(0) Comentários...